terça-feira, 14 de agosto de 2007

RAFAEL OLIVEIRA NA RADIO VOZ ALENQUER

O Cartão Azul publica em seguida excertos de uma entrevista concedida por Rafael Oliveira á Rádio Voz de Alenquer, em relação ao cargo de Seleccionador Nacional Feminino, que irá ocupar após a realização do Europeu, e que achamos que foram os pontos chave dessa mesma entrevista.

«Não deixou de ser uma surpresa agradável, como é obvio, na medida em que a selecção nacional seja ele em que escalão for é sempre aquilo que qualquer treinador ambiciona em termos de carreira (…) não deixa de ser uma marco a nível de carreira e eu não sou excepção (…)

O convite em si surgiu através do Director Técnico Nacional, o prof. Luís Sénica embora com a aprovação de todo o elenco federativo, na medida em que as pessoas conhecem o meu trabalho, aquilo que eu tenho desenvolvido nos últimos tempos (…) através do relacionamento, através dos cursos de formação, através do conhecimento prévio que as pessoas foram tendo do meu trabalho, e no fundo em função também do meu perfil, das minhas características e da minha maneira de estar no hóquei, penso que foi isso que agradou e fez com que eu fosse convidado para seleccionador nacional feminino (…)

(…) Penso até que a responsabilidade é maior, primeiro porque Portugal em hóquei feminino está em crescendo, de facto fizemos alguma travessia, há equipas muito fortes (…) nomeadamente a Alemanha, a França, as Espanholas as Italianas já não falando das Chilenas e Argentinas a um nível mundial (…)

(…) A selecção feminina é uma selecção que promete, é um trabalho sério que tem vindo a ser feito e eu fico orgulhoso que as pessoas ao nível da FPP e a DTN, acreditar que as minhas características e valia como treinador são cruciais e são importantes para continuar a conduzir os destinos desta selecção (…)

(…) Vou estar a acompanhar na integra o estágio da selecção Portuguesa, este estagio com vista ao campeonato da Europa que se vai disputar em Alcorcon, Madrid, vou acompanhar na integra, diariamente por uma questão de integração assim como vou estar em Espanha no Campeonato da Europa, porque a Federação assim fez questão (…) portanto não vou só acompanhar o estagio, vou acompanhar a competição (…)

(…) Será a partir desse Campeonato da Europa que eu vou assumir na integra e com total responsabilidade então os destinos das selecções nacionais femininas, e digo femininas e tendo como meta o Campeonato do Mundo que se vai disputar no próximo ano no Japão, portanto tudo o que se vai fazer será em função disso (…) Portugal quer para já reconquistar um lugar no pódio, e há uma coisa que as pessoas podem estar certas e eu como futuro seleccionador nacional, acredito e vou trabalhar no sentido, de não irmos só ao pódio, os nossos objectivos e Portugal não merece menos, Portugal por tradição e também por direito próprio, pela qualidade das suas jogadoras e da qualidade do trabalho está a ser feito, vamos concerteza trabalhar não só para conquistar o pódio, mas para sermos campeões da Europa e no Japão sermos campeões do mundo (…)»

6 comentários:

Orlando Mendes disse...

Ambição e vontade de trabalhar são necessários para atingir os objectivos propostos, e de certeza que esse trabalho vai consumir muito do seu tempo, sendo assim que disponibilidade vai ter para o Santa Cita, para conseguir os objectivos propostos que serão no minimo a subida de divisão e chegar o mais longe possível na Taça de Portugal. Sendo uma pessoa com forte presença e personalidade tenterá atingir ambos os objectivos, mas conseguirá? "A ver vamos"

Anónimo disse...

Em termos da Selecção Feminina e hóquei feminino terá muito que estudar ainda. A Itália nem sequer vai estar no Europeu. Mãos à obra e boa sorte!

Pedro Antunes disse...

Felicidades Rafael.
Que tudo te corra bem.
Abraço.
Pedro

Anónimo disse...

o homem não disse que a italia vai estar no europeu disse que havia outras equipas fortes a nivel europeu e mundial a italia é uma delas.
www.radioalenquer.com

Anónimo disse...

Mas não é

Anónimo disse...

O Sr. Rafael que não conhece nada do hoquei feminino está a prometer muito. Quando chegar a altura da competição irá perceber que as nossas atletas que têm muita qualidade ainda não estão preparadas para alcançar tais feitos. Não se entende o porquÊ de este sr. ser o seleccionador. Que cítérios usos o sénica para o nomear? que trabalho é que o rafael já fez assim de tão notório? O Sénica corree com o vasco o paulo lopes que tinham ganho titulos e agora assume as selecções todas e ainda por cima chama este individuo. não se entende